As 4 regras de ouro da negociação que podem alavancar os lucros em sua concessionária

As 4 regras de ouro da negociação que podem alavancar os lucros em sua concessionária

Em um mercado cada vez mais competitivo, ganham destaque as empresas que contam com vendedores capacitados e gestores atentos ao perfil de seus clientes. No setor de venda de veículos não é diferente, isso porque com as atuais oscilações de mercado, terá sucesso nas vendas as concessionárias que dominarem a arte da negociação de carros.

Neste contexto, visando alcançar uma estratégia eficaz para o aumento das vendas de automóveis, apontaremos neste post 4 regras essenciais para você elevar a qualidade da negociação de carros em sua concessionária. 

1ª regra: Inicie a negociação

É fundamental que o vendedor tome a iniciativa do diálogo e garanta que durante toda a negociação ele esteja sempre no controle, permitindo assim a direcionar os rumos do negócio a seu favor.   

Caso contrário, ao permitir que o cliente inicie as propostas e posteriormente conduza o diálogo, ficará muito difícil depois para o vendedor retomar o controle da conversa e expor com propriedade todas as suas possibilidades de negócio referente aquele carro.

2ª regra: Mantenha-se frio

Durante a venda apenas o cliente pode-se permitir envolver pela emoção, até porque, ele estará prestes a adquirir um bem que é o sonho de muita gente.

Deste modo, é extremamente importante que o vendedor mantenha uma conduta racional (compatível assim com as estratégias previamente definidas) e totalmente isenta de emoções. 

É comum encontrar situações de negociação onde o cliente se exalta e procura estabelecer um acordo por meio de sua imposição. 

Contudo, para estas ocasiões cabe ressaltar que o vendedor precisa colocar em prática suas habilidades de frieza e equilíbrio, conduzindo assim o diálogo de forma profissional e assegurando que as condições negociadas jamais representem prejuízo financeiro para a empresa.

3ª regra: Esteja no seu terreno

Um dos fatores imprescindíveis para fechar um bom negócio é a confiança, e, para mantê-la durante todo o diálogo, é interessante que o processo de venda ocorra na própria concessionária, até porque, o vendedor ficará mais confortável por estar em seu território habitual.

Já em demandas onde é preciso o deslocamento até o escritório do cliente, é fundamental que a concessionária disponibilize dois vendedores para o trabalho. Desta maneira, você reduz as chances de colocar um profissional da venda em situações onde ele enfrentará pressões e adversidades sozinho. 

Entretanto, vale destacar que o processo de negociação jamais deve ser encarado pela concessionária como um cenário de guerra, já que manter um bom relacionamento com o cliente é indispensável para o sucesso das vendas.

4ª regra: Conheça bem o veículo que está vendendo

Por último, mas, não menos importante, cabe pautar que o vendedor obrigatoriamente deve estudar todas as vantagens, limitações e outras características em geral do veículo que será negociado. 

Isso porque ao afirmar algo errado sobre o produto na frente do cliente, o vendedor acaba perdendo credibilidade, gerando um cenário de falta de confiança e perda da autoridade sobre os rumos da negociação. 

Ao colocar em prática essas estratégias durante a negociação, sem dúvida a concessionária eleva o nível de seus serviços prestados. Além disso, é preciso lembrar que a qualidade do processo de vendas de uma concessionária está diretamente associada com a saúde financeira da empresa.

Veículos 40% abaixo da FIPE
Veículos 40% abaixo da FIPE

Compartilhe

Deixe um comentário